sexta-feira, 30 de maio de 2008

O Amanhã Começa Hoje

Sempre tive o hábito de planejar o futuro.Queria ter uma vida boa e assim que comecei a trabalhar guardava um valor fixo por mês para usufruir quando fosse necessário.
Sempre acreditei que o amanhã começa hoje.E não pensem que isso é tão complicado assim.
Um estudo recente elaborado pela Universidade de Oxford e encomendado pelo Banco HSBC ao Harris Institute revela dados interessantes sobre a (falta de) visão que o brasileiro tem do futuro.Entre 20 países pesquisados,o Brasil é um dos povos que menos poupam para a velhice,que menos fazem cálculos das necessidades futuras e que menos procuram ajuda para isso.Enquanto 60% dos habitantes dos Estados Unidos já calcularam suas necessidades futuras já calcularam suas necessidades futuras,somente 29% dos brasileiros afirmam ter feito o mesmo.
Entre o "isto já" ou o "aquilo depois",quase sempre o brasileiro fica com a primeira opção.
Dirão vocês:"Mas,vc quer comparar EUA com o Brasil?O salário do brasileiro mal dá para comer".
Pois saibam que quem quer, pode!Exemplo é minha ajudante diarista:Ela ganha 80,00 por dia de faxina.E,quer chova ou faça sol,guarda 20,00 do que ganha.E,saiba,fazendo isso já há anos e anos,comprou um terreno e já vai começar a construir.Isso sem dizer que paga sua previdência social para garantir sua aposentadoria.O segredo?Persistência,prioridade e valor ao dinheiro.

7 comentários:

Flávia & Kbça disse...

Engraçado, que lendo seu post ia fazer exatamente a pergunta que você colocou e de cara me quebrou. Mas até entendo o lado brasileiro da coisa, não temos confiança no nosso governo. Não sabemos o que vem pela frente, então procuramos prever um futuro breve, ou seja, guardar um din din para viajar ou comprar um carro. Para coisa mais longa é difícil, pois, não temos cultura (entenda-se: nosso jeito) pra isso.
De qualqyer forma paarbéns a sua ajudante, conheço algumas pessoas assim também e um dia vou ser sim.

tudo é questão de prioridade, como você bem disse!!

até.

Lívia disse...

Então tá...
e eu pensando em virar hippie!
rsrsrs

E quanto ao texto do Arcano...
não se engane...
a foto é um amigo meu e o texto são vontades!
humpf!
Pensar, acreditar e conseguir, né?!
Tô pensando já!
rsrsrsrs

Beijo beijo!
Saudade!
Aparece no msn qualquer dia!
=D

Marisa disse...

Claro que vc está certa..mas,pra mim,guardar dinheiro é pensar muito a longo prazo e depois dos 40isso é bobagem...
Mas,aprecio quem consegue..

Convido-a a visitar meu Blog..

abraço

Vênus disse...

Ahn???Eu??Guardar dinheiro?Que dinheiro??

Considero que pessoas da classe média e menos ainda que guardam dinehiro neste país,deve ter uma varinha mágica...

beijos
Vê se aparece,né?

Vanna disse...

Querida, já disseram q não é quanto se ganha e sim quanto se gasta. Cada um tem suas pioridades e a partir daí é q se vai saber se vai sobrar ou não p/ guardar p/ o futuro.
Assim c/ a Flávia, achei q a pergunta tinha a ver c/ pensar no futuro no sentido d o q será d mim. rs Falo isso pq outro dia perguntei a uma aluna d 12 anos o q ela espera do futuro e ela respondeu q nada.
Bjs, linda semana p/ vc e Carol.

Rui Carlo disse...

Sua diarista recebe 80 reais por dia, o que dá 1660 reais em 22 dias úteis (um mês oficial). Um servidor público federal de nível médio recebe 780, os estaduais e municipais nem se fala...
Se um servidor recebe acima de 1400 mensais, 15% ficam pro leão, 11% pra previdência obrigatória (pq não pode escolher), 3% pro sindicato (que auxilia o Paulo nos roubos), 4% no auxilio alimentação (pq o funcionário tem que dar uma contrapartida) e uns 20% pro plano de saúde que a instituição "faculta (obriga)", ou seja 53% ficam no contra-cheque (em média), a diarista só paga a previdência, e a que escolher. E ainda tem mais, o servidor tem que usar uma roupas condicentes com o cargo que ocupa, embora o salário não cubra isso lá muito bem.
Acho válido pensar no amanhã, sim, por isto estou cursando outra faculdade, mas a desestrutura social e familiar, a desmotivação econômica levam à imediação

Lucia Cintra Stevenson disse...

Pois e', notei isso quando vim morar aqui. Os americanos ja comecam a economizar pra faculdade de casa filho quando eles nascem! E ja que nunca trabalhei no Brasil (pois sai dai muito nova), peguei e aprendei esse habito importante aqui.

Eu ja estipulei que certa quantidade de cada cheque que eu e meu marido recebemos, va direto pra nossa poupanca. Nem vemos esse dinheiro, mas e' legal acompanhar a outra conta ficando gordinha automaticamente.

Outra coisa que fazemos e' tirar vantagem do estimulo que nossas empresas oferecem com aposentadoria. Quando temos uma conta so pra aposentadoria, qualquer quantidade que decidimos tirar do nosso cheque e automaticamente colocar nessa conta, a emprega tb coloca a mesma. Ou seja, se voce resolver que $100 va pra essa conta, a empresa tb coloca $100. Ou seja, voce 'ganha' dinheiro de graca e nao sei como tem gente aqui que nao tira proveito dessa coisa maravilhosa.

Acho que a vontade de ter uma poupanca ate existe nas pessoas, mas muitas dizem que precisam de cada centavo que recebem. No nosso caso, foi so ajustar nossa maneira de viver e gastar, pois poderiamos muito bem usar tudo e nao guardar nada. Mas temos muitos planos pro futuro e acho mt importante ter esse dinheirinho guardado, pois voce nunca se sabe o que vai acontecer no dia de amanha. bjos