quarta-feira, 9 de julho de 2008

Mico no altar...

Uma noiva abriu um processo contra um estilista italiano, depois que seu vestido de mais de R$ 6 mil descosturou durante o casamento. O acidente deixou a mulher de 30 anos seminua no altar, com as costas e parte das nádegas aparecendo.
No processo, diz o jornal “Daily Mail”, ela pede 23 mil euros (cerca de R$ 57,8 mil). O casamento foi em 2006, mas somente agora, que chegou ao tribunal, o caso veio à tona. A noiva, que já está separada, se casou em Chiavari, na Itália.
Por conta das leis do país, seu nome e o do estilista não podem ser divulgados, explicou o “Daily Mail”.
O processo diz que o acidente deixou a noiva em prantos, enquanto alguns dos convidados riram. Já o padre não sabia para onde olhar. “Era para ser o melhor dia da vida de minha cliente, mas foi o pior. O fato arruinou seu casamento”.Alberto Figone, advogado da mulher declarou: “Ela ficou extremamente constrangida porque a costura do vestido se desfez enquanto ela estava no altar, mostrando suas nádegas para todo o público." O padre concluiu a cerimônia e eles se casaram, mas a noiva não pôde tirar nenhuma fotografia adequada da cerimônia”, continuou o advogado.

7 comentários:

J.F. disse...

Mari, realamente, um grande mico! Será que o casamento acabou porque o noivo achou que a noiva era "exibicionista"? Bom, se fosse no Brasil, a estas horas, ela já estaria recebendo convite para posar para a Playboy. Abração.

Lucia Cintra Stevenson disse...

Ta vendo? Pra que gastar tudo isso por um vestido? Paguei $450.00 dolares pelo meu (baraterrimo se for comparar com outros por aqui) e ate hoje eu o amo! Talvez ate o vista novamente quando formos renovar nossos votos de casamento daqui a uns anos. Vestido lindo, confortavel e nao me deu nenhum problema... rsrs ;p

Paula Basques disse...

Super mico mesmo. Mas, coitada... Deve ter sido um horror, afinal de contas, em um casamento a estrela é a noiva e o seu vestido.

Mas já que separou, não seria melhor deixar o vestido pra lá?

Vênus disse...

hauhauhauhau

Coitadaa!!Imagina???Eu me escondia debaixo da batina do padre...rsrssr

Viu?Isso é que dá querer se mostrar!!!rs

bjs

Rui Carlo disse...

Do jeito que no Brasil existe uma "indpustria das indenizações", se isto tivesse ocorrido aqui, além dela ganhar a idenização, quem pagaria seria o Estado - tirando dinheiro, adivinha de quem?

Aninha disse...

RJ 19h30
Noite agradavelmente fria


Coloquei-me no lugar dela e só o que consegui sentir era uma vontade imensa que a terra abrisse aos meus pés.E ninguém tomasse conhecimento do fato!Mas,o dinheiro fala sempre mais alto...

Sucesso,Mari

Aline disse...

Oi,mana

Caramba....é de lascar!!

Mas,já que se passou 1 ano,pra que relembrar??

Vai lá no meu Blog,irmã desalmada..