sexta-feira, 11 de julho de 2008

Testando Fiéis

Um pastor se vestiu como um mendigo e invadiu a missa de sua paróquia, no País de Gales, numa tentativa de dar uma lição sobre "tolerância" aos fiéis.
O Reverendo Derek Rigby, da Igreja Metodista Trinity, na cidade de Prestatyn, colocou uma peruca, roupas sujas, não se barbeou por três dias e desenhou algumas tatuagens pelo corpo antes de entrar na igreja com latas de cervejas e seringas.

Rigby, um ex-policial, havia avisado aos fiéis que chegaria atrasado para a missa e contou o plano apenas a um dos funcionários da paróquia, para que ele pudesse interceder caso a congregação resolvesse chamar a polícia.

O pastor contou que foi ignorado pela maioria dos fiéis, enquanto alguns pediram que ele se retirasse do lugar.

Rigby permaneceu disfarçado até as crianças irem para a escola dominical antes de andar até o altar e mostrar sua identidade aos fiéis, que se sentiram "envergonhados".

"Ninguém ficou irritado comigo, mas ficaram chocados por terem me ignorado da forma como fizeram", afirmou.

"Eles podiam ter me dado um copo de café."

Ah,pastor,o senhor está se queixando pelo pseudo mendigo ou pelo pastor?Porque ao senhor os fiéis já pagam o seu dízimo direitinho!!!Vai comprar o seu próprio café... e ajude os mendigos da cidade!!rs

9 comentários:

Flávia & Kbça disse...

pelo menos ele sentiu na pele o que aquele outro mendigo sentiu quando ele pôs para fora da igreja... dúvido, que seus funcionários não teria feito isso anteriormente, porque alertar para o caso de chamar a polícia??

os fiéis deveriam ficar com vergonha de pagar o dízimo, sabendo que tem um monte por realmente nessa situação.

Paula Basques disse...

É, tem gente que reza, reza e reza, mas não carrega solidariedade no coração...

Beijos

BETH ANAND disse...

Ele tinha que testar era a si próprio..e não aos fiéis!!estes são infelizes atrás de milagres...

beijos,prima

Luana disse...

Oi,mari

Achei muito sem graça o que o pastor fez...afinal só provou que até agora ele não ensinou nada de bom aos seus féis ,que não são tão"fiéis" assim...hehe

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,mana

Pastor e fiéis ridículos!Será que eles não têm mais nada importante para fazer?

Bjs na Carolzinha

Vanna disse...

Querida, outro dia comentei c/ uma colega d trab. q participa do coral da igreja q freqüentei por um tempo. Disse q deixei d ir e ninguém deu por minha falta, e mesmo no tempo em q freqüentava, tirando os q eu já conhecia, nenhum membro fez questão d m conhecer e alguns desses nunca m cumprimentaram ao passar por mim na rua. Comentei q em algumas congregações, seja por qual interesse, eles são mais acolhedores e isso p/ algumas pessoas é muito importante. Ela e uma outra colega disseram q vão a igreja p/ se encontrar c/ Deus. Então, eu pensei e se Deus fosse eu disfarçada?
Bjs, linda nova semana.
Ah, bjs tb p/ sua gatinha.

Evandro Varella disse...

Infelizmente é essa a natureza humana: valoriza-se mais a aparência que qualquer outra coisa.
Que o experimento sirva de lição ao menos aos "bondosos" e solidários" fieis desta paróquia.
Abraços
Vavá

Rui Carlo disse...

"O seu Cristo é glorioso, mas seu cristianismo é podre" (Mahatma Gandhi) - discurso sem prática é como disse o próprio Tiago, irmão de Jesus: "mostre-me sua fé sem obras, que mostro a minha fé, pelas minhas obras", ou como o apóstolo João: "Como dizer amo a Deus, a quem não vejo, se não consigo amar ao meu próximo a quem vejo?"

Ricardo Rayol disse...

pra se ver que a aparencia é tudo nessa vida.