segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Credibilidade Individual

Bem,meus amigos resolvi mudar a proposta dos meus posts e começar a escrever mais sobre minhas idéias e meus conceitos da vida.Assim,chega de contar curiosidades e vamos a temas relativos a mim mesma.Não vou fazer "diarinho",pois também não faz meu gênero,mas ficarei no plano das idéias,ok?
Tem certas coisas que todo mundo pensa. Mas pensa sozinho, pensa com seus botões, já dizia o antigo chavão. E recentemente tenho pensado em muitas dessas coisas que pensamos sozinhos. Logo vem aquele estranho sentimento: "Ou eu sou a normal aqui e os demais são doidos, ou eu que sou a louca e todo mundo é normal..."

Bem, qualquer que seja a hipótese certa - ou mesmo que nenhuma das hipóteses esteja certa - eu sempre chego a uma mesma conclusão. Conclusão que muitos podem rotular até como egocêntrica, mas que na minha forma de pensar é a conclusão mais próxima da Credibilidade individual.
Então,não é isso que tento passar para meus pacientes?"Você é a pessoa mais importante para você mesma!!" Pois então,se a casa é de ferreiro o espero tem que ser de ferro,oras.Nadica de espeto de pau!

Por mais que o pensamento em massa seja importante, que as idéias dos que nos cercam sejam importantes, que os que nos cercam sejam importantes (e como são), não há nada mais importante que nós mesmos. Por tal conclusão, decidí não me culpar pelas recentes decisões.Nossa!Vou deixar vocês curiosos,não?Mas,juro que no próximo post eu conto dessas decisões!
Fiz o que acho que é certo, tentando não magoar ninguém e ser o mais verdadeira possível. Tenho que pensar em mim mesma antes de tudo, ver o que é melhor para mim. Ver o que me deixa realmente tranqüila e - principalmente- ser verdadeira comigo mesma, para sempre ter minha Credibilidade Individual.O que vocês acham disso?

"A vida é complicada, mas é assim que ela é."
Até mais!

10 comentários:

Rui Carlo disse...

Concordo com vc em gênero, número e degrau (kkkk), mas sempre sou cuidadoso quando decido pensar primeiro em mim, porque sei que o viver em sociedade nos conduz muitas vezes a renúncias e adaptações... para evitar o risco de me tornar muito egocêntrico;
Quanto à proposta dos temas de teus posts: primeiro, vc tem toda a liberdade de mudar sempre (ainda bem), e quem gosta de tuas letras te lerá do mesmo jeito; segundo, vc sabe que é até terapêutico falarmos de idéias...
Amo teu estilo e tua forma centrada de falar...
Grandes abraços em vc e nos seus

Paula disse...

Eu acho que você está certíssima! E o bom do blog é que a gente tem sempre como dar uma renovada, não é?

beijos

Lucia Cintra Stevenson disse...

Eu acho q seu blog e' seu espaco ou cantinho virtual e v pode e deve escrever o que quiser nele. Se os outros nao gostam, nao precisam voltar nele, nao e' verdade? Bjinhos

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,mana

Fica inventando não,vai!
Não vai começar a filosofar agora,né?

Adoro aquelas notícias bizarras..
Faz assim:um post sério ,outro bizarro,ok?
Beijos

Evandro Varella disse...

Mari, ótima pedida!
Estou apostando que de agora em diante vamos te conhecer melhor.
Mas como disse o mano, de vez em quando coloca uma daquelas notícias que só você sabe achar.
Abração
Vavá

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel site. :)

Débora disse...

Oi,querida
Concordo contigo!Demorei para aprebder isso,mas depois de muito apanhar,hohe sei que se eu não fizer por mim,ninguém mais o fará...
Quanto a proposta do Blog,seja qual for não deixarei de vir aqui..amo o que vc escreve!
Beijos

Patty disse...

Mari,
Concordo com você sim, somos a pessoa mais importante pra nós mesmo, mas como não vivemos sozinhos precisamos saber enxergar os outros nesse grau de importância na nossa vida.

Beijos e bom final de semana!

carolbiasucci disse...

eita a Patty tirou as palavras da minha boca!!! aff!!

e no blog, escreva o que quiser.. ora!!

BETH ANAND disse...

Oi,prima
Passei para ler vc e o bruno...tudo bem??

Vou mandar fotos pelo e-mail!

Concordo com vc..Nós primeiro,depois os outros..sem que haja puxada de tapete,né?

Bjs